Assassin’s Creed Valhalla


 Essa semana a Ubisoft anunciou o proximo game da franquia Assassin's Creed (o Credo do assassino) chamado Valhalla (do nórdico antigo Valhöll que significa Salão dos Mortos). Com todo a onda e (por que não) moda de Vikings devido os filmes Thor e Vingadores, o jogo God of War III que acontece em Asgard e a série Vikings acredito que a Ubisoft resolveu para aproveitar o embalo (e fez uma boa jogada).

 O novo game da franquia se passa entre o século IX com as Invasões dos Vikings (termo que significa piratas) à Grã Bretanha (os Vikings foram o terror da Europa até quase serem exterminados pela igreja católica). A história gira em torno de Eivor, que é líder de sua tropa.

 Dando o meu pitaco, acredito que o jogo dará explicação sobre do ancestral de Edward James Kenway de Assassin’s Creed IV Black Flag. Vai ver por isso Edward até sabia velejar.

 Fora que podemos ligar a  Assassin's Creed Revelations já que a Finlândia já serviu de rota comercial entre Vikings e Turcos (Constantinopla, que já foi capital do império romando no oriente, é a atual Turquia) e que apesar de distante, não é nada preocupante para os Vikings já que ninguém sabe até hoje o real local aonde se abrigavam (ou melhor dizendo, se escondiam) e chegaram aqui na América  492 anos antes de Cristóvão Colombo. Outro detalhe interessante é a associação de velejamento entre os três jogos da franquia (é tudo palpite meu, não deve ser levado a série. Até porque meus palpites sobre o filme Vingadores Ultimato foram horríveis)

 Uma coisa legal que reparei é que a espada Ulfberth que relatei no artigo É possível que tenha existido a espada de Aragorn? aparece com fraquia no trailer, é possível até mesmo ler a gravura na espada durante o trailer :) Vou finalizar aqui com o trailer em português e aguardar ansiosamente para ver o game.

 


Eivor, o líder da tropa Viking.
Eivor, o líder da tropa Viking.

Comente com o Facebook: